Mulher recebe pulmão transplantado contaminado e morre de Covid-19

Compartilhe com os amigos:

Um caso raro surpreendeu os médicos de Michigan, nos Estados Unidos. Uma paciente morreu em decorrência da Covid-19 após receber pulmões infectados pela doença através de um transplante. De acordo com o Jornal Extra, a mulher faleceu apenas dois meses após receber o órgão da doadora, que, aparentemente, contraiu a doença de forma assintomática.

Segundo os médicos, o transplante só foi realizado porque os órgãos passaram por exames que testaram negativos para a Covid-19. Participantes da equipe da Universidade de Michigan Medical, dos EUA, acreditam que este possa ser um caso inédito na medicina, onde uma pessoa é contaminada através de um transplante de órgãos.

O caso ocorreu no ano passado e ascendeu o alerta aos médicos para que exames mais completos nos órgãos sejam realizados antes do procedimento de doação. O médico Daniel Kaul, que faz parte da equipe de estudo sobre o caso, afirmou que jamais usariam o órgão na receptora após um teste positivo para a doença.

A mulher que doou os órgãos para a vítima faleceu após um grave acidente de carro, porém, os médicos afirmam que seus exames para Covid-19 estavam em dia e eram negativos para a doença. Nos Estados Unidos, doadores de órgãos realizam testes de forma frequente.