Em meio à crise, até Valdemiro Santiago consta na lista de pedidos do Auxílio Emergencial

Compartilhe com os amigos:

Devido à pandemia do novo coronavírus, grande parte do comércio não essencial precisou ser fechado para evitar aglomerações e o aumento do contágio pela Covid-19.

Esse fechamento causou grande impacto na economia, já que muitas empresas estavam trabalhando no limite financeiro. E a história não foi diferente para muitos templos religiosos.

As igrejas, por não serem consideradas essenciais, também tiveram que permacecer de portas fechadas, o que acabou gerando uma grande queda na arrecadação de dízimos. Valdemiro Santiago até tentou burlar a crise, vendendo por R$ 1.000 o que muitos chama de “feijão mágico” em seu programa de TV, que dizia ser a cura para a Covid-19. Não demorou muito e, a pedido do Ministério Público Federal, o Ministério da Saúde publicou em seu site um alerta de que é falso que exista um tipo de feijão que curava a covid-19, doença causada pelo coronavírus.

Valdemiro ignorou a quarentena e reabriu templos muito antes da hora, em sinal de puro desespero financeiro. Tudo isso porque o líder da Igreja Mundial do Poder de Deus está vendo as dívidas crescerem assustadoramente a cada dia que passa, enquanto o volume de dízimos caiu.

A equipe do site 1News Brasil apurou que o nome de Valdemiro Santiago consta na lista de pedidos do Auxílio Emergencial. O pedido foi enviado no útimo dia 18 de junho, e recebido pelo DataPrev um dia depois. A solicitação do auxílio de R$ 600 está em processamento, como mostra a imagem abaixo.

Agora, resta saber se o pedido será aprovado ou não. Nossa equipe tentou entrar em contato com a assessoria da igreja para esclarecer os detalhes do pedido, mas os telefonemas não foram atendidos.