#Covid-19 Urgente: imunidade ao novo coronavírus pode durar apenas seis meses, mostra estudo

Compartilhe com os amigos:

Atualmente, a grande esperança do mundo é que se encontre uma forma de imunizar a todos contra o novo coronavírus, para que assim seja possível que o mundo e todas suas atividades sejam normalizadas.

Especialistas esperavam que a ‘imunidade de rebanho’ acontecesse rapidamente, que é quando grande parte da população tem contato com o coronavírus, vencem a doença e assim sE tornam imunes à ela. Mas, um estudo realizado por cientistas holandeses mostra que essa imunidade ao novo coronavírus pode durar somente seis meses.

“Vimos reinfecções frequentes 12 meses após a infecção e redução substancial nos níveis de anticorpos seis meses após a infecção”, disseram os pesquisadores. Para chegarem a esta conclusão, ficaram monitorando 10 voluntários que foram contaminados por uma das quatro espécies sazonais de coronavírus.

Vale lembrar que já existem projetos querendo dar a quem já foi contaminado e se recuperou da Covid-19 uma espécie de ‘passaporte de imunidade’, atestando que aquela pessoa é imune ao novo coronavírus e, por isso, pode ir onde quiser, quando bem entender.

Este estudo aponta que, depois de seis meses, a pessoa pode perder a imunidade e acabar se infectando novamente. Até a presente data, ainda não conseguiram encontrar uma vacina capaz de proteger a população contra a Covid-19, mas os estudos seguem adiantados.

Por isso, a recomendação da OMS continua sendo o distanciamento social, sendo a quarentena o meio mais indicado para a situação até agora. Lavar as mãos, usar alcool em gel e máscara também estão dentro das recomendações.