Canastrão : General Heleno compara Ciro Gomes a Adélio: “Inimputável por ser débil mental”

Compartilhe com os amigos:

O ministro do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno, criticou nesta terça-feira (26) o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT). Em uma publicação no Twitter, Heleno chamou Ciro de “canastrão”, “lixo humano”, “débil mental” e o comparou com Adélio Bispo de Oliveira, autor da facada contra o presidente Jair Bolsonaro.

“Ciro Gomes, que eu mal conheço e considero um canastrão, publicou um vídeo com uma série de ofensas a mim. Não vou responder, porque o considero um lixo humano, nem vou processá-lo, por ser um caso igual ao Adélio, inimputável por ser débil mental”, escreveu Augusto Heleno.

No vídeo citado por Heleno, Ciro disse que “ninguém está acima da lei” e disse que o ministro do GSI é “um dos mais boçais”, “mentiroso” e “sem honra”. Na ocasião, o ex-governador comentava a nota emitida por Heleno a respeito de uma possível apreensão do celular do presidente, que está em análise pela Procuradoria Geral da República (PGR).

Após o post do ministro, Ciro também usou as redes sociais para rebater as críticas. “General Heleno age como qualquer político corrupto: tenta matar o carteiro para não ter que ler a carta. Ao só me atacar, se exime de responder às questões que pontuei”, afirma o ex-governador.

Na sequência, Ciro elencou uma serie de perguntas ao ministro e escreveu: “não temos medo de você e vamos enfrentar se ameaçar nosso povo, nosso país e nossa Democracia”.