Vídeo : Sarcófago de 2,5 mil anos é aberto e gera críticas mundo afora. Veja este momento histórico

Compartilhe com os amigos:

Neste final de semana aconteceu um grande evento no Egito. Uma cerimônia fez a abertura de 59 sarcófagos de mais de 2,5 mil anos e que foram descobertos em um sítio arqueológico que fica em Saqqara, no país africano.

Esse evento acabou viralizando nas redes sociais e causou indignação mundial por conta da aglomeração de pessoas em volta dos objetos sem que nenhuma delas estivessem usando equipamentos de proteção.

Essa cerimônia de abertura dos sarcófagos aconteceu no último dia 3 de outubro e o que mais chamou a atenção foi que os especialistas não estavam usando nenhum tipo de luva ou outra proteção específica. Junto deles ainda tinham jornalistas e alguns convidados, que incluíam crianças. Todos sem proteção e filmando as cenas com o celular.

A indignação gerada mundo afora é porque esse tipo de material arqueológico pode conter gases tóxicos e micro-organismos que são perigosos devido à decomposição do corpo humano. Esse tipo de abertura deve ser feito em ambiente controlado e próprio para isso.

Nas imagens que estão circulando nas redes sociais é mostrado que um dos homens que abriu o artefato tocou em uma das múmias sem colocar luvas. Outra situação apontada pelos internautas é que isso aconteceu em um ano marcado por fatos históricos, como a pandemia do novo coronavírus.
Abaixo é possível ver um trecho do momento.

“Esse não é o fim da descoberta, mas considero que seja o início de uma grande descoberta”, disse Khaled al-Anan que é ministro do Turismo e Antiguidades. Ele conta que esses sarcófagos são do século VI ou VII a.C.