Trabalhador morre em acidente trágico com máquina de cachaça. Bombeiros não acreditaram no que viram. Veja

Compartilhe com os amigos:

Um homem de 37 anos morreu durante o trabalho ao ter o braço dilacerado por um maquinário utilizado para a fabricação de cachaça. A tragédia foi registrada na cidade de Caeté, região Central de Minas Gerais, nesta terça-feira, dia 19 de outubro. A manga de sua camisa foi puxada pelas engrenagens, fazendo com que o indivíduo fosse arrastado para dentro da máquina.

O Corpo de Bombeiros (CBMMG) foi acionado e esteve no local para realizar os primeiros socorros. De acordo com a corporação, quando chegaram até a fazenda, palco da tragédia, o trabalhador havia sido acometido por uma parada cardiorrespiratória. O protocolo de reanimação foi iniciado, mas infelizmente não surtiu efeito.

Com a dilaceração do membro superior, a vítima perdeu muito sangue, e acabou não resistindo. As causas da morte foram atestadas como acidente de trabalho com o manejo de maquinário.

Cena impactante

Os bombeiros suspeitam que a vítima tenha sofrido uma fratura na coluna cervical. Isso porque, ao ter o braço puxado pela máquina, foi prensado até a altura do pescoço. As imagens encontradas pelos socorristas foram chocantes. Diante das condições e em respeito à família, nenhuma imagem foi autorizada para reprodução.

O espaço é um sítio familiar de difícil acesso. No local, não há sinal de rádio nem telefone. Os proprietários possuem um alambique e se dedicam à comercialização da bebida. Agentes de perícia da Polícia Civil estiveram no local para os trabalhos investigativos, para que seja constatada a dinâmica do acidente.