Tio que abusou de sobrinha conta à polícia que aproveitava saídas da família para ficar a sós com a menina

Compartilhe com os amigos:

O homem acusado de abusar da própria sobrinha de 10 anos foi preso na última terça-feira (18), e passou a primeira noite em uma penitenciária de Vila Velha, no Espírito Santo. O Ministério Público já ofereceu denúncia contra o suspeito de 33 anos, que foi capturado em Minas Gerais após percorrer em rota de fuga por vários estados.

De acordo com o site Jovem Pan, em um vídeo que circula nas redes sociais, o homem diz que está se entregando à polícia para que os fatos sejam apurados, e pede para que as autoridades investiguem e realizem exame de DNA no avô da menina, e em um filho do avô que também morava na residência da família.

Após se entregar à polícia, o homem confessou, de maneira informal, que de fato cometeu os abusos contra a menor, e que inventava desculpas e se aproveitava da ausência de familiares para cometer o crime. A menina de 10 anos era criada pelos avós após o pai ter sido preso. A mãe da criança já é falecida.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Alexandre Ramalho, o homem revelou que os abusos começaram no ano passado, porém, a polícia desconfia que os abusos tenham começado a mais tempo. “Ele também assumiu, no trajeto junto com policiais civis, ele já disse que essa relação com a criança existia. Por mais que ele diga que havia o consentimento, a legislação brasileira não permite esse tipo de relação”, disse Ramalho.
O delegado ressaltou, ainda, que independente das acusações a outros familiares feitas pelo acusado, ele será indiciado por estupro de vulnerável, ainda que não seja o pai da criança. O suspeito já teve outras passagens pela polícia por tráfico e porte ilegal de armas.