Tia de ladrão morto em assalto lamenta que pessoas comemorem dizendo ‘CPF cancelado’

Compartilhe com os amigos:

O assalto a uma loja no Jardim São Guilherme, em Sorocaba, na semana passada, continua repercutindo nas redes sociais. Os três bandidos foram mortos e dois deles já haviam sido identificados. Um deles é Jezreel, um rapaz de 20 anos sem passagem pela polícia. O outro homem, de 32, já tinha passagem.

A tia do bandido de 20 anos desabafou nas redes sociais depois de ver pessoas comemorando a morte de seu sobrinho e usando frases como “CPF cancelado” e “um CPF a menos” para se referir a morte dele. Estes termos têm sido comumente usados quando um bandido morre.

A parente afirmou que o sobrinho irá fazer falta e disse que ele foi um menino criado na igreja, de bom coração e que entrou para a criminalidade por causa da fraqueza. Ela afirmou ainda que apenas Deus sabe como o último momento do sobrinho que se envolveu em caminhos tortuosos.

“E a todos que vibram pela morte de alguém que por algum motivo entra para um mundo desse sem volta, não façam isso, pq seja lá qual for a pessoa, tem familiares que estão sofrendo como nós nesse momento, lembre-se ninguém tá livre disso”, afirmou.

A tia afirmou ainda que não deseja o sofrimento que sua família está passando a ninguém. “Peço a vocês que ao invés de criticarem ou dizerem mais um CPF a menos, pensem, um dia pode ser você vivendo o que estamos vivendo agora”, disse. A mulher disse que o sobrinho era um menino de família e que vai ficar na lembrança. Ela encerra o texto dizendo que o sobrinho, às vezes, ouvia seus conselhos e deseja que ele descanse em paz. “Te amo”, encerra a mulher.