Roubo : Cantor sertanejo é detido no meio de show, em Goiás

Compartilhe com os amigos:

Um cantor sertanejo teve o show interrompido após a Polícia Militar de Goiás entrar em cena e lhe dar voz de prisão no meio da atração. Robson Satto foi preso na noite desta segunda-feira (11), em pleno show realizado no setor Pontal Sul, em Aparecida de Goiânia.

Contra o artista, a equipe de policiais apresentou um mandado de prisão em aberto, expedido por conta de um envolvimento do cantor com um caso de receptação de produtos roubados, ocorrido em 2016. Além disso, Robson ainda havia faltado algumas vezes nas audiências sobre o crime, ocorridas anteriormente, o que teria piorado ainda mais sua situação.

A prisão do sertanejo se deu no momento em que o mesmo realizava um show em uma choperia, durante um evento nomeado Segunda Sertaneja, onde o cantor era a principal atração.

Sobre a prisão, o irmão do artista, Ronivon da Silva, relatou que tudo não passou de um mal-entendido. Segundo ele, seu irmão estaria montando uma casa noturna na época das acusações de receptação e, por conta disso, televisores roubados acabaram sendo comprados, porém, sem a ciência de que se tratavam de frutos de roubos.

“Não tem nada de bandidagem. Ele não fez nada de errado. A gente não esperava o que aconteceu”, explicou Ronivon ao portal de notícias Metrópoles.

Durante a tarde desta quarta-feira (13), uma audiência de custódia deve ser realizada, onde o sertanejo saberá se sua prisão será mantida pelas autoridades ou se a mesma será revogada, proporcionando ao cantor o benefício de aguardar o julgamento em liberdade.