Polícia aborda ambulância e descobre que ‘paciente’ era 1,5 tonelada de maconha

Compartilhe com os amigos:

Conhecida por ser uma cidade de alto índice de tráfico de drogas, o município de Ponta Porã, situado no MS e fronteira com o Paraguai, registrou mais um caso inusitado de apreensão de drogas nesta semana. Na noite da última quarta-feira (7), uma ação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu dois homens que transportavam pouco mais de 1,5 tonelada de maconha dentro de uma ambulância.

A apreensão se deu no posto de fiscalização Capey, na BR-463. Segundo informações das autoridades, os suspeitos estavam vestidos com jalecos de médico e seguiam viagem com o giroflex e a sirene do veículo acionada, como se estivessem transportando algum paciente com urgência. Além disso, os policiais informaram que eles portavam equipamentos e itens de salvamento utilizado nas ocorrências dos socorristas.

Na abordagem, membros da PRF abriram a parte traseira do veículo, descobrindo assim que não havia paciente, e sim vários fardos de maconha, que na pesagem totalizaram 1.536 kg.

No depoimento, os dois homens confessaram o crime. Eles tinham como objetivo final levar a droga até Três Lagoas, cidade leste do Mato Grosso do Sul, onde residem.

Veja como a PRF encontrou o veículo de socorro:

Cifras
pelo serviço

De acordo com a dupla detida, cada um receberia cerca de R$ 10 mil como recompensa pelo transporte do entorpecente até Três Lagoas. Os dois foram presos em flagrante por tráfico de drogas, com a pena variando entre 5 a 15 anos de reclusão, e agora aguardarão o julgamento. O caso já está sob investigação da Polícia Civil de Ponta Porã.