Paciente com Covid-19 morre após trágico incêndio em hospital no Rio de Janeiro

Compartilhe com os amigos:

Um incêndio de grandes proporções atingiu o Hospital Federal de Bonsucesso, situado na Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta terça-feira (27). O fogo começou no prédio 1 do complexo por volta das 9h40 e só foi controlado horas depois do trabalho do Corpo de Bombeiros. Ao todo, cerca de 200 pacientes foram transferidos.

Inicialmente, a assessoria de comunicação da unidade hospitalar havia informado que ninguém ficou ferido e o incidente não teve óbitos. No entanto, durante a transferência para outra unidade, uma mulher de 42 anos, que estava internada em estado grave com Covid-19, acabou não resistindo.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, as chamas foram controladas às 11h30, e depois disso as equipes envolvidas na operação trabalhavam no rescaldo. Mesmo assim, cerca de uma hora depois deste anúncio, fumaça negra ainda saía das instalações.

Porta-voz da corporação, Lauro Botto, afirmou que o Prédio 1 “estava todo comprometido com chamas e fumaça”. 

“Conseguimos evacuar os pacientes antes que o fogo e a fumaça chegassem à enfermaria”, disse Botto.

Risco de explosão

De acordo com apuração da TV Globo, a prioridade inicial dos Bombeiros foi resfriar a ala, uma vez que a mesma conta com cilindros de oxigênio, o que poderia originar uma grande explosão, fazendo com que as chamas se espalhassem.

Em uma força-tarefa rodeada de medo e tensão, médicos, enfermeiros e funcionários ajudaram a evacuar a unidade hospitalar, que é uma das mais importantes no sistema de saúde público da capital carioca.

Em vídeos que circulam na internet é possível ver toda a correria feita por membros do hospital para remover os pacientes com maiores dificuldades de locomoção e estado de saúde mais agravados.