Nelson Teich deixa Ministério da Saúde e Bolsonaro toma atitude imediata. Veja quem será o novo ministro

Compartilhe com os amigos:

Nelson Teich não é mais ministro da Saúde. Antes de completar um mês no comando do Ministério da Saúde, em meio a pandemia causada pelo novo coronavírus, Teich pediu demissão nesta sexta-feira (15). A notícia chamou a atenção de muita gente e está repercutindo nas redes sociais. Teich assumiu a pasta no dia 17 de abril para substituir o demitido Luiz Henrique Mandetta.

Nos últimos dias, atritos entre Teich e Bolsonaro ficaram claros. O agora ex-ministro soube, através da imprensa, que Bolsonaro havia incluido salão de beleza e academia nos chamados serviços essenciais. O vídeo com a cena do ministro sendo avisado durante entrevista coletiva viralizou.

Outras discordâncias vieram à tona. Bolsonaro quer alterar o protocolo do SUS e permitir o tratamento da Covid-19 com a cloroquina desde o início do tratamento. Além disso, Bolsonaro defende a saída do isolamento com flexibilização ampla e imediata. Teich parecia contrários a essas medidas e isso desgastou a relação.

Na manhã desta sexta-feira (15), Teich se reuniu com Bolsonaro no Palácio do Planalto. Em seguida, ele retornou para o prédio do Ministério da Saúde e pediu demissão. Bolsonaro já contava com a demissão de Teich e, de acordo com a revista Veja, teria se adiantado.

O presidente teria procurado o general Eduardo Pazuello, número dois da Saúde, e teria perguntado se ele aceitaria o cargo de ministro, caso Teich saísse. Tudo leva a crer que Pazuello será o novo ministro do governo de Jair Bolsonaro. Até o momento, não há informação oficial por parte do Palácio do Planalto.