MST cobra R$250 mil do PT para fazer protesto por Lula

Compartilhe com os amigos:

O MST, acampado em torno do Estádio Mané Garrincha, pediu que o Partido dos Trabalhadores pague o valor de R$250 mil para montagem de tendas e estrutura para abrigar 5 mil manifestantes.

O Movimento Sem Terra busca pressionar o Tribunal Superior Eleitoral para aceitar a candidatura de Luis Inácio Lula da Silva, condenado em duas instâncias e preso desde abril em Curitiba, e de acordo com a Lei da Ficha Limpa inelegível.

Segundo João Paulo Rodrigues, um dos coordenadores nacionais do movimento, afirmou que os movimentos sindicais dependem do extinto imposto sindical, e partidos dependem de fundo partidário, e criticou aliados “O PCdoB não joga com a mesma energia de antes”

João Pedro Stédile ainda tentou persuadir a Ministra Cármen Lucia, que em 2006, no governo Lula teve seu nome apresentado para a vaga no STF, tendo sido indicada por Itamar Franco e chancelada pelo MST. Cármen, não se pronunciou.