Menina e seu irmãozinho ficam 3 dias com os corpos dos pais pensando que estavam dormindo

Compartilhe com os amigos:

Duas crianças, uma menina de cinco anos, e um garoto de um ano, foram encontrados na companhia dos pais, que estavam mortos dentro de casa. Acredita-se que o falecimento do casal tenha acontecido três dias antes de serem achados.

Alexander e Viktoria Yakunin moravam com seus filhos na cidade de São Petersburgo, na Rússia. Os parentes começaram a estranhar o desaparecimento dos dois quando eles faltaram a uma reunião familiar, o que não era de costume.

Os parentes começaram a ligar para a residência onde o casal vivia com as crianças. Quando o telefone tocou, foi a menina quem atendeu à ligação. Ao ser questionada sobre o paradeiro de seus filhos, ela disse que os pais estavam dormindo a um longo tempo e que o pai estava todo preto.

Os pais teriam comido picles que poderiam estar envenenados, contaminado com toxina botulínica, substância produzida pela bactéria Clostridium botulinum. Natalia Bakulina, irmã de Alexander, foi rapidamente para o local onde o casal morava e se disse em choque com a situação: “Eu corri … e vi tudo. Eu caí e gritei“.

A irmã do pai das crianças chamou uma ambulância e a polícia e tirou os filhos do casal do local. A causa da morte foi dada como intoxicação alimentar. No dia anterior, a avó de Alexander havia dado a ele um pote de picles, que estava aberto quando foi encontrado pelas autoridades.

As crianças estão morando com o avô paterno. Alimentos contaminados podem causar consequências graves como paralisia e morte.