Menina de 10 anos tem aborto concluído, e detalhes sórdidos do procedimento são revelados

Compartilhe com os amigos:

Uma menina de apenas 10 anos teve a sua gravidez interrompida nesta segunda-feira, 17 de agosto, em um hospital de Pernambuco. O procedimento ocorreu por volta das 11 da manhã, no horário de Brasília, e a previsão dos médicos é que a menor tenha alta nesta terça-feira, 18 de agosto. As informações foram publicadas pelo portal de notícias G1.

O caso da menina de 10 anos chocou o país. Apesar do procedimento de retirada do bebê ter acontecido no estado de Pernambuco, a menina teria sido violentada por um tio na sua terra natal, a cidade de São Mateus, no estado do Espírito Santo. A Secretaria de Saúde do estado de Pernambuco informou que obteve autorização judicial para o procedimento.

A entidade disse ainda que o procedimento teve início no domingo, quando a criança deu entrada no hospital e que todos os parâmetros médicos de segurança foram tomados.

Apos o feto ter sido retirado do corpo da menina, ela ainda passou por uma curetagem. A ativista Sara Winter chegou a dizer o nome da criança e o hospital em que ela passaria pelo procedimento.

A Defensoria do Espírito Santo, no entanto, conseguiu que o Google Brasil fosse obrigado pela Justiça a retirar das suas plataformas informações relativas à menor.

Na nota, a defensoria diz que “não se pretende obstar o direito à liberdade de expressão, o qual é, inclusive, constitucionalmente assegurado, à luz do art. 5º, inciso IV da CF, entretanto, consoante se extrai dos autos os dados divulgados são oriundos de procedimento amparado por segredo de justiça”.