Médica provoca revolta ao desejar morte de Bolsonaro

Compartilhe com os amigos:

Nesta terça-feira (7), após o presidente Jair Bolsonaro revelar que seu exame para Covid-19 deu positivo, uma médica causou revolta ao desejar a morte do presidente. Em seu Facebook, a ginecologista e obstetra Rozeli de Medeiros Poloni, de Vitória, Espírito Santo, afirmou que “está torcendo pro Covid”.

Médica provoca revolta ao desejar morte de Bolsonaro | Brasil ...

– Estou torcendo pro Covid, vamos lá, mostre seu potencial Sars Cov 2. Não me decepcione!!! Mostre sua gripezinha para ele, vou amar ver esse cara intubado, vai ser minha glória, tantos colegas se foram honrando seu trabalho, quero ver o Covid horando sua “gripezinha” maldita. “Bozo”, não se preocupe, é uma doença de comunista. Homem, mostre para todos o macho que você é, todo mundo vai morrer um dia, né? Força Covid-19 – escreveu.

O texto da médica provocou polêmica nas redes sociais entre apoiadores do presidente e também entre a classe médica, pois fere a ética profissional. O Código de Ética de Medicina define que a medicina é uma profissão a serviço da saúde do ser humano e será exercida sem discriminação de nenhuma natureza.

A repercussão foi grande e internautas pediram uma resposta de órgãos da classe e a cassação do título de médica de Rozeli. Com as críticas, ela excluiu seu perfil na rede social.

INQUÉRITO CONTRA ATOS CONTRA A VIDA
O Ministro da Justiça, André Mendonça, afirmou que será aberto um inquérito com base na lei de segurança nacional para apurar os criminosos que propagam mensagens a favor da morte do presidente Jair Bolsonaro.