Mais de 1,6 milhão de pessoas estão curadas da covid-19 no mundo. Mas ninguém divulga

Compartilhe com os amigos:

O contingente de recuperados da covid-19 ultrapassou 1,6 milhão de pessoas em todo o mundo. A informação está disponível no painel de monitoramento da pandemia que foi desenvolvido pelo Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos.

O país norte-americano, inclusive, concentra o maior número, com 250.747 curados. Na sequência vem a Alemanha, com 151.953. A Espanha ocupa a terceira posição na lista, com 146.446.

O Brasil, no entanto, aparece em 7ª posição, com 84.970 pessoas recuperadas da infecção provocada pelo novo coronavírus.  A estimativa está no último balanço do Ministério da Saúde, divulgado na sexta-feira (15), que indica também 218.223 casos confirmados e 14.817 mortes desde o primeiro registro oficial, em fevereiro.

De acordo com a Johns Hopkins, ao todo, mais de 4,5 milhões já foram infectados pelo vírus no planeta. A instituição, que é referência mundial no monitoramento da pandemia, concentra dados de centenas de países e tem auxiliado autoridades de saúde a dimensionar a crise sanitária.