Jair Bolsonaro acaba de afirmar que NÃO COMPRARÁ a vacina chinesa de João Dória

Compartilhe com os amigos:

Logo depois do Ministério da Saúde anunciar a intenção de comprar 46 milhões de doses da Coronavac, vacina do laboratório chinês Sinovac Biotech testada no Brasil pelo Instituto Butantan, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que a vacina “não será comprada pelo governo brasileiro”.

Em conversas com aliados nas redes sociais, o presidente disse que vai esclarecer tudo ainda hoje.

A vacina desenvolvida pelo laboratório chinês sofre críticas de apoiadores do governo que a relacionam ao regime comunista. Além disso, o imunizante é produzido no Brasil em parceria com São Paulo, do governador João Doria (PSDB), ex-aliado de Bolsonaro e vocal crítico da gestão da crise provocada pela pandemia pelo presidente.

O anúncio da compra foi feito ontem pelo Ministério da Saúde.