Homem ciumento espanca e mata noiva na frente de todos durante a festa de casamento

Compartilhe com os amigos:

Casamento é sempre um momento feliz para os noivos e para todos os convidados. A festa varia de cultura para cultura, mas o normal é que os noivos se emocionem, se divertam e deixem a festa de casamento em direção à viagem de lua de mel. Mas nem todas as festas de casamento terminam dessa forma.

Oksana Poludentseva, de 36 anos, se casou Stephan Dolgikh, de 33, na cidade de Novosibirsk, a terceira maior da Rússia. Em determinado momento, o noivo viu sua esposa conversando com um convidado da festa e não gostou. Na frente dos convidados, ele começou a agredí-la de forma violenta.

Acusando-a de se comportar indevidamente, o homem bateu na mulher. “Ele a agarrou pelos cabelos, bateu nela e a chutou para fora da casa de festas. Ele a empurrou para a rua, onde também continuou a bater em seu corpo e na cabeça. Quando ela apareceu sem vida ele a jogou em uma ravina próxima”, contou o policial Kirill Petrushin, investigador-chefe do caso.

Por que os convidados não reagiram? Esta talvez seja a pergunta que todos se fazem ao ler os relatos. Os convidados teriam ficado com medo de intervir, mas chamaram a policia, que se dirigiu ao local e prendeu Stephan em flagrante. O motivo de os convidados ficarem com medo de separar a briga talvez seja o passado do homem.

Stephan tinha condenações anteriores por roubo e assassinato. Segundo testemunhas, Oksana resolveu casar-se com ele e tinha esperanças de que poderia mudá-lo. Os dois se conheceram quando o homem estava cumprido pena pelos crimes anteriores.

O investigador-chefe afirmou que Oksana apanhou por um longo tempo e que as pancadas atingiram seus órgãos vitais na cabeça e no torso. Stephan assumiu a culpa e, segundo o policial, não demonstrou arrependimento.