Globo sofre nova derrota para Flávio Bolsonaro e recurso é negado pela Justiça

Compartilhe com os amigos:

Rede Globo sofreu nova derrota para o senador Flávio Bolsonaro na Justiça. A emissora havia entrado com recurso, após decisão da Justiça do Rio de Janeiro estabelecer que a Globo não poderia divulgar documentos sigilosos relacionados às investigações de suposto esquema na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

No dia 4, a 33ª Vara Cível do estado havia definido, após ação da defesa de Flávio Bolsonaro, que a emissora não poderia mostrar documentos sigilosos do suposto esquema de rachadinha. A Globo anunciou a decisão em seus telejornais. No Jornal Nacional, o primeiro a falar sobre o caso foi Flávio Fachel.

William Bonner e Renata Vasconcellos também falaram ao vivo que a Globo recorreria da decisão da juíza Cristina Serra Feijó. A Globo recorreu à 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro e sofreu nova derrota no caso.

Globo perde na Justiça e segue sem poder divulgar informações sigilosas

Nesta quarta-feira (16), a 1ª Câmara do TJ-RJ negou o efeito suspensivo pedido pela Rede Globo. O desembargador Fábio Dutra foi o responsável por analisar a petição da Globo e afirmou, após a análise, que não houve censura contra a emissora. Este era o principal argumento da Globo.