Esposa de policial acusado de matar homem negro nos EUA pede divórcio: ‘Ela está arrasada’

Compartilhe com os amigos:

A esposa de Derek Chauvin, o policial que está sendo acusado de matar George Floyd, em Minneapolis, Estados Unidos, resolveu se separar e já entrou com um pedido de divórcio.

Segundo a CNN, o escritório de direito da família já está representando Kellie Chauvin e os advogados divulgaram uma nota nesta última sexta-feira (30), informando que ela não quer mais continuar casada com o policial.

O policial foi filmado justamente no momento em que estava imobilizando o homem negro. O agente apertava o pescoço da vítima com o joelho e ignorou os pedidos das pessoas próximas para que soltasse Floyd, pois ele estava ficando sem ter como respirar.

Hoje à noite, conversei com Kellie Chauvin e sua família. Ela está arrasada com a morte de Floyd e sua maior condolência está com sua família, com seus entes queridos e com todos que estão sofrendo com essa tragédia“, diz um trecho do comunicado, informando ainda que a mulher solicitou a dissolução de seu casamento com Derek.

Ela tem filhos, mas não desse casamento e pediu que as crianças e também seus pais possam receber segurança e ter direito à privacidade durante esse momento tão difícil.

Milhares de manifestantes estão nas ruas em várias cidades nos Estados Unidos protestando contra a violência policial que sempre estaria matando principalmente os cidadãos negros.

Sem justiça, sem paz“, diz um dos cartazes exibidos nas manifestações. Os manifestantes também exibem faixas contando que George Floyd disse que não estava conseguindo respirar, mesmo assim o policial não o soltou.