Em pancadão clandestino cheio de drogas , “jovem” de 19 anos é baleada e GCM acaba preso em SP

Compartilhe com os amigos:

Gabrielli Mendes da Silva, de 19 anos, foi atingida no peito por um tiro disparado por um guarda municipal. O fato aconteceu entre o final da noite e inicio da madrugada deste domingo (02/08), durante uma ação para dispersar uma aglomeração que estava ocorrendo durante um baile funk em Rio Claro, interior de São Paulo.

Em nota a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP) informou que, equipes da Guarda Civil Municipal foram até o Jardim Panorama, onde estava acontecendo uma festa clandestina com aglomeração de pessoas, quando os agentes tentaram dispersa a multidão foram ameaçados por frequentadores do local, e que por esse motivo começaram a dispersar a multidão usando gás e balas de borracha.

Acompanhe o que foi dito pela SSP:

“Equipes da GCM foram acionadas ao local dos fatos, pois estava ocorrendo um baile funk. De acordo com os agentes, cerca de 40 pessoas começaram a quebra garrafas e atirar pedras contra a equipe. O GCM, de 51 anos, ao tentar carregar seu armamento com balas de borracha fez um disparo acidental que atingiu uma mulher de 19 anos. A mulher foi socorrida á Santa Casa do município, onde não resistiu e acabou morrendo. Um homem de 29 anos, também foi atingido e permanece internado. O GCM envolvido nos fatos teve a arma apreendida e foi preso em flagrante”.

O homem atingido é José Felipe de Lima Verneck que esta internado, mas o seu estado de saúde não foi revelado.

A reportagem da UOL informou que não puderam entrar em contato com o GCM envolvido no caso, pois o nome dele não foi revelado. O GCM foi preso por homicídio culposo, quando não há intensão de matar, e também responderá por lesão corporal culposa.

A policia civil informou que foi arbitrada fiança de R$ 5 mil ao GCM responsável pelo tiro acidental. Os colegas de trabalho do GCM fizeram uma vaquinha e pagaram o valor da fiança, e a partir de agora o GCM responderá ao crime em liberdade.

Fonte: UOL