Se deu mau : Colunista da Folha que disse ‘torcer’ pela morte de Bolsonaro será investigado pela PF

Compartilhe com os amigos:

Dê o play para ouvir a notícia:

A Polícia Federal vai investigar o colunista da Folha de São Paulo, Hélio Schwartsman, que afirmou, em texto publicado ontem (7), torcer pela morte de Jair Bolsonaro.

Schwartsman poderá ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional, pelo suposto crime de calúnia ou difamação do presidente da República ou outros chefes de Poderes, com pena de 1 a 4 anos de reclusão.

Com o título “Por que torço para que Bolsonaro morra”, Schwartsman argumentou que “o sacrifício de um indivíduo pode ser válido, se dele advier um bem maior”.

Em seu artigo 20, a Lei 7.170, que estabelece os crimes contra a segurança nacional, a ordem política e social, contém os crimes pela “prática de atentado pessoal ou atos de terrorismo, por inconformismo político ou para obtenção de fundos destinados à manutenção de organizações políticas clandestinas ou subversivas”.