BOMBA : Sérgio Moro e Dallagnol devem ser afastados segundo OAB

Compartilhe com os amigos:

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil está recomendando que sejam afastados de suas funções o ministro da Justiça, Sérgio Moro, e também os procuradores da Lava Jato que tiveram seus nomes citados em uma reportagem veiculada pelo site The Intercept.

O colegiado da OAB se reuniu nesta segunda-feira (10), e foi pedido prudência, e que não se deve deixar de lado a gravidade da situação, para tanto é preciso uma investigação plena, imparcial e isenta.

Confira a nota publicada pela OAB: “Este quadro recomenda que os envolvidos peçam afastamento dos cargos públicos que ocupam, especialmente para que as investigações corram sem qualquer suspeita”.

O texto diz ainda que o documento deverá ser analisado na íntegra somente depois dos devidos procedimentos legais. O colegiado da OAB diz ainda que não ficou surpresa somente pelo conteúdo das mensagens que vazaram e que ameaça o Estado democrático e de Direito, mas por conta de que autoridades públicas foram hackeadas e que isso representa riscos para a segurança da instituição.

Moro se manifesta

Sérgio Moro falou nesta segunda-feira (10), que não enxergou nada de diferente nas mensagens que ele teve com Deltan Dallagnol, que é o coordenador da Lava Jato no estado de Curitiba.

Sérgio Moro é o atual ministro da Justiça e da Segurança Pública no governo de Jair Bolsonaro. Durante a Lava Jato ele foi o grande responsável pelas operações em Curitiba, deixando o cargo por conta do convite do presidente, que aconteceu poucas semanas após a vitória dele nas urnas.