Bomba: novo depoimento deixa Najila sem saída e polícia toma decisão

Compartilhe com os amigos:

Nesta semana, a Polícia Civil de São Paulo ouviu novos depoimentos no caso envolvendo o jogador de futebol Neymar. É o que informa uma matéria publicada pelo UOL nesta quarta-feira, 26 de junho. Esses depoimentos acabaram deixando Najila sem saída, pelo menos em uma questão fundamental da investigação, o suposto sumiço do seu aparelho de celular.

Em resposta aos investigadores, Najila garante que o celular desapareceu no dia em que ela saiu carregada da delegacia. A modelo garante que não sabe se o celular foi deixado no próprio prédio da delegacia ou então no carro do seu advogado anterior, que deixou o caso após acusações feitas por Najila.

Danilo Garcia de Andrade, o advogado que deixou o caso, disse que nunca teve acesso ao suposto tablet, nem ao suposto vídeo que poderia mostrar um suposto estupro ou agressão de Neymar. Inicialmente, Najila chegou a dizer a polícia que o material teria cerca de sete minutos, mas curiosamente um trecho de cerca de um minuto foi o que vazou na imprensa.

Nesse trecho que vazou, Najila aparece agredindo Neymar, para a surpresa na época de todos que acompanhavam o caso. Não se sabe exatamente o que existiria no restante das imagens.

“É impossível esse aparelho estar no meu carro. No dia que ela prestou depoimento, ela chegou e saiu da delegacia em uma viatura e isso foi registrado por toda a imprensa. A única hipótese de esse telefone ter estado no meu carro é ela ser um ser divino que pudesse ter se desdobrado no tempo e no espaço”, revelou o ex-advogado de Najila à imprensa, logo após dar o seu depoimento nessa semana.