Bolsonaro ganha forte apoio ao falar sobre prisão perpétua para assassinas de Rhuan

Compartilhe com os amigos:

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se manifestou sobre a morte de Rhuan Maycon, de nove anos, assassinado à sangue grio por sua mãe e a companheira dela, no dia 31 de maio, em Samambaia, no Distrito Federal.

Em sua postagem no Twitter, feita na tarde desta terça-feira (18), Bolsonaro lamentou o fato de não haver prisão perpétua no Brasil e recebeu apoio de seus seguidores.

“O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua”, escreveu o presidente.

Cerca de um ano antes de ser morto, Rhuan teve o órgão genital arrancado em uma “cirurgia” feita por sua própria mãe. O menino era impedido de ir à escola e não podia ter amizade com colegas da mesma idade.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

– O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua.

21 mil pessoas estão falando sobre isso

O assassinato de Rhuan teve requintes de crueldade e já é apontado como um dos crimes mais bárbaros ocorrido no Brasil nos últimos anos. As penas duas assassinas podem chegar a 57 anos de prisão. Mas de acordo com o Código Penal Brasileiro, a pena máxima a ser cumprida é de 30 anos.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

– O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua.

Bernardo P Küster 🇧🇷@bernardopkuster

Exato. Bravo pelo posicionamento, 01!

366 pessoas estão falando sobre isso

Bolsonaro foi elogiado pelo posicionamento. O deputado federal Sargento Fahur, do Paraná, comentou. “Depois que falo em pena de morte para bandidos de alta periculosidade, tem uns frescos que me condenam”, escreveu.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

– O chocante caso do menino Ruan, que teve seu órgão genital decepado e foi esquartejado pela própria mãe e sua parceira, é um dos muitos crimes cruéis que ocorrem no Brasil e que nos faz pensar que infelizmente nossa constituição não permite prisão perpétua.

Mariana Tomadon 🇧🇷@marianatomadon

Tem razão meu Presidente 😔 muitas coisas precisam mudar no nosso país

Veja outros Tweets de Mariana Tomadon 
🇧🇷

“Quase não se fala do caso do Ruan nas mídias tradicionais, contudo, após o presidente pronunciar a palavra ‘prisão perpétua’ esquecerão da dor de uma criança pela cruel tortura para polemizar a fala do presidente”, escreveu outro internauta.