Auxílio Emergencial: Caixa anuncia mudança importante em aplicativo após inúmeras reclamações. Veja o que muda

Compartilhe com os amigos:

Diante de inúmeras reclamações de milhares de brasileiros, a Caixa Econômica Federal decidiu anunciar algumas mudanças no Caixa Tem, aplicativo responsável pela movimentação do Auxílio Emergencial.

Nos últimos dias, na leva de depósitos dos montantes de R$ 600 nas poupanças digitais, os beneficiários encontraram enormes dificuldades de acessar o aplicativo, passando horas na fila de espera e não obtendo êxito no atendimento.

Diante deste cenário, o banco estatal resolveu ampliar a validade de cada sessão no aplicativo. Sendo assim, o beneficiário só será obrigado a entrar na fila novamente após um prazo de 72 horas de ter acessado o app pela última vez.

Segundo a Caixa Econômica Federal, o objetivo é evitar que os brasileiros retornem para a fila de espera virtual caso desejem fazer a utilização do aplicativo em um curto período.

“O monitoramento e melhoria contínua da solução permanece com dedicação exclusiva de várias equipes e provedores que estão trabalhando em turno integral para garantir o bom atendimento aos brasileiros”, disse a CEF em nota divulgada.

Repercussão

Desde a última semana, o Caixa Tem passou a ser um dos assuntos mais comentados nas redes sociais por conta de instabilidades do aplicativo.

Parcelas adicionais

No último dia 31 de junho, o governo federal oficializou a extensão do programa Auxílio Emergencial em mais dois meses. Com isso, os brasileiros cadastrados no benefício receberão mais R$ 1.200. A forma de pagamento, no entanto, ainda não ficou definida.

Segundo o ministro da Economia, Paulo Guedes, o benefício deve ser pago em quatro parcelas, com respectivos valores de R$ 500, R$ 100 e outros dois pagamentos de R$ 300.