Ao vivo na cela: Live de presos do Paraná tem até ‘Princesinha do Tráfico’. Veja

Compartilhe com os amigos:

Nas últimas semanas, as lives tem feito bastante sucesso na internet. No geral, artistas e até políticos tentam ganhar alguma atenção online por conta da pandemia. Algumas lives, como as dos cantores Gusttavo Lima e Marília Mendonça, chegam a ultrapassar a quantia de mais de dois milhões de pessoas assistindo ao mesmo tempo.

No entanto, uma live que ocorreu em um presídio do estado do Paraná acabou ganhando grande repercussão. Nela, bandidos transmitiram uma conversa ao vivo com seus seguidores. As informações são do site da Revista Quem em matéria publicada nesta quinta-feira, 21 de maio. Além dos presos, na cela também havia uma mulher, chamada de “princesinha do tráfico”.

A live ocorreu em um grupo fechado do Facebook, mas foi retransmitida em uma live do Instagram. Páginas como ‘Vida Bandida’, que tem mais de 200 mil seguidores, mostraram as imagens ao vivo e deram o que falar. O conteúdo causou muita revolta.

Leandro Rosa Queiroz, assaltante de banco, e Gabriel Vitor Surady, traficante, aparecem na live. Ambos tem 19 anos de idade. Outros bandidos também chegaram a aparecer na transmissão via internet. Eles não se esconderam, ou tiveram qualquer receio de apareceram em frente à câmera do celular, que exibia a festinha na cadeia para todo o Brasil e o mundo.

“Nós vamos por você, gata, no nosso grupo do WhatsApp”, diz um dos bandidos da live para a “Princesinha do tráfico”. O nome da mulher que aparece nas imagens ainda não foi identificado. Autoridades dizem que vão investigar a live.