Andressa Urach abre o jogo e revela prostituição no meio artístico

Compartilhe com os amigos:

Andressa Urach, que não esconde de ninguém o seu passado como garota de programa, voltou a falar sobre o assunto durante entrevista à QUEM.

A famosa, ao relembrar a época em que ganhava dinheiro vendendo o corpo, contou, sem delongas, que presenciou muitas pessoas do meio artístico se envolverem com prostituição.

“Infelizmente, a prostituição, direta ou indireta, é muito comum entre musas de carnaval, modelos e celebridades. Muitas se vendem por bolsas, sapatos, vida boa… Mantêm relacionamento por interesse, não só pelo dinheiro”, declarou.

“Eu vivi isso e posso afirmar com propriedade que a rede social do mundo das celebridades é uma grande mentira. Elas vivem uma felicidade ilusória. Ainda mais com o dinheiro sujo que vem com a prostituição”, prosseguiu.

Hoje evangélica, Andressa Urach afirmou ainda que foi difícil para ela abandonar a vida antiga: “A prostituição é como uma areia movediça. Você vai se afundando e não consegue sair, acha que não vai ser capaz de fazer outra coisa, vai se matando…”.

“Muitas garotas de programa têm depressão e pensamentos suicidas, são desprezadas pela sociedade, desacreditadas pela família e até por elas mesmas. Só quem vive dentro da prostituição consegue entender o fundo do poço que a gente chega. Mutilamos a própria alma”, completou.